sábado, 17 de julho de 2010

Da Longa Madrugada da Idolatria (Parte II — videoclips)


Breve colecção (outra) de impressões da longa madrugada da Idolatria.
Uma espécie de motion picture, em retalhos, para mais tarde recordar e porque agora é hora de partilhar.

Desta não foi fácil encontrar um lugar simpático para captar imagens em movimento na esquina da Shimogofukumachi com a Taihaku-Dori onde, há dois anos — e sem o transtorno da chuva —, me pareceu ter o ponto perfeito, aquele ângulo, aquela perspectiva ideal, para fixar a tela e retratar este rito de passagem. Não, este ano não estava, infelizmente, disponível: um maçudo pelotão policial parecia ter-se incumbido da nobre missão de não deixar ninguém aproximar-se um pouco mais que encurtasse aqueles dois metros de aproximação ao cortejo, escrupulosamente estabelecidos como perímetro de segurança — não fosse algum suicida ter a ideia de se atirar para debaixo de um kakiyama em velocidade... E ainda que entendendo e acatando a prerrogativa e o zelo policiais, valeu a pena — não fui só eu...— fazer-me de desentendido ali e acolá...

Nem de perto, nem de longe as imagens que se seguem captam o esplendor dessa madrugada feliz, mas é, ainda assim, o melhor que, por ora, vos posso oferecer.

À Vossa.

オイサ!

















7 comentários:

  1. Mais uma bela postagem, amigo. Saudações!

    ResponderEliminar
  2. Obrigadíssimo pela visita, caro Daniel.

    Feliz de o ver por cá.

    Um grande abraço,
    do Japão,

    NBJ

    ResponderEliminar
  3. Belíssima reportagem, meu Caro NanBanJin! Hei-de voltar para ver tudo com mais calma.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Obrigadíssimo meu Caro C.A..

    Imodéstia à parte, quer-me parecer que, acerca do Hakata Gion Yamakasa vale sobretudo a pena ver os artigos anteriores a este.
    Este último era suposto ter qualquer coisa de apoteótico, uma espécie de "clímax" da semana do Yamakasa, mas confesso que não ficou bem, bem como eu imaginara/antecipara, tendo por referência a edição do Yamakasa de há dois anos — refiro-me apenas aos videoclips, apesar de gostar particularmente do último que guarda esse espírito apoteótico que eu tanto queria captar.

    Ainda assim, estou satisfeito com o conjunto dos 4 ou 5 artigos/posts que consegui reunir ao longo das duas últimas semanas, em torno deste evento.

    Feliz de o ver por cá,
    Um Grande Abraço!

    NBJ

    ResponderEliminar
  5. Sabe, para si, que esteve no local, pode não ter tido o efeito que antecipou, mas para mim, que estou no outro lado do mundo, representa ter acesso quase directo a uma realidade totalmente fora do meu alcance. Por isso os vídeos têm sempre um especial encanto.
    Também já li os textos, e gostei muito. Falta-me, apenas, explorar os links e observar os detalhes das fotos. Como vê, nestas coisas sou metódico... ;-))
    Um Grande Abraço!

    ResponderEliminar
  6. Obrigado por estes retratos de um País tão longínquo. É sempre um prazer voltar ao teu blog.

    ResponderEliminar
  7. Obrigado eu, pela visita, meu velho Pulha.

    Grande Abraço,

    NBJ

    ResponderEliminar