quarta-feira, 29 de julho de 2009

JOVENS PROMESSAS

Decorreu entre os dias 24 e 29 (ontem) deste mês, o muito prestigiado GYOKURYUKI HIGH SCHOOL KENDO TOURNAMENT (玉竜旗高校剣道大会) - Torneio Nacional de Kendo Inter-Liceus "Estandarte da Bola do Dragão" (Gyokuryuki - 玉竜旗), nome de facto muito engraçado por inevitavelmente nos trazer à memória o afamado desenho-animado, colecção de bizarrias dilectas de miúdos e graúdos por esse Mundo fora, se bem que, tanto quanto pude apurar, não há qualquer relação entre os dois nomes, desconhecendo a origem da referência.

Este prestigiadíssimo torneio de Kendo inter-escolas, com presença de equipas oriundas e representativas de praticamente todo o Japão, remonta ao ano de 1916, realizando-se, desde então, e com uma relativamente breve interrupção entre os anos de 1942 e 1955, anual e quase invariavelmente sempre nesta nossa cidade de Fukuoka, Kyushu, contando-se já na 88ª edição, sendo acolhido, desde há cerca de 12 anos no espaço do magnífico Fukuoka Marinemesse, espécie de pavilhão desportivo e multi-usos da maior cidade do Sul do país, lugar de características, direi eu, invejáveis para a realização de eventos desta monta.

Este ano, o encontro contou com a presença de um total de 945 equipas - 560 equipas masculinas e 385 femininas - tendo os dias 24 a 26 sido reservados para as competições nas séries delas e os dias 27 a 29 para eles.

As idades dos participantes ficam-se entre os 15 e os 17 anos, sendo esta a competição onde, por excelência, são escrutinados os mais promissores talentos na modalidade, aspirantes a futuros campeões nacionais e, quem sabe?, mundiais nos rankings séniores.

video

Tive a oportunidade de, no Domingo, dia 26 de Julho, assistir à Grande Final da série feminina (video abaixo) e, ontem, dia 29 - entrada grátis -, ao sempre muito empolado e esperado grande desfecho das séries masculinas (vídeo de cima), que encerram anualmente o torneio em clima cerimonial de grande pompa e circunstância, como aliás é próprio de quase tudo o que é evento desportivo neste país.

Começando pelo fim, a final masculina viu defrontarem-se a equipa do Mitokiryukoukou (水戸葵陵高校, 茨城県), originária da Prefeitura de Ibaraki, Kanto (茨城県 - proximidades de Tóquio) -, com uma equipa oriunda de um meio tido por mais provinciano, a equipa do Meitokugijyuku (明徳義塾高校, 高知県), oriunda da Prefeitura de Kouchi (高知県), ilha de Shikoku, saindo estes últimos como os grandes vencedores do Gyokuryuki 2009.

Bons shiai (combates), por sinal muito equilibrados - tendo ambas as equipas kendoshi de estaturas e porte físico semelhantes, o que no Kendo não será aspecto essencial, mas podendo fazer alguma diferença no desempate - cabendo aos vencedores do Meitokugijyuku a côr vermelha e, aos seus adversários do Mitokiryu, a côr branca.

Lego-vos o vídeo do quinto e último shiai (versão sampling) - as equipas apresentam-se no formato 5 contra 5, um par à vez -, mini-doc feito por este vosso Nanban, handicam em punho, à vossa apreciação.

video

No meu modesto entender, bem mais interessante foi o desempenho das miúdas, tendo, na keshou'sen (決勝戦 - grande final), a "equipa da casa", as Nakamura Gaku'en Joshi (中村学園女子高校, 福岡県 - literalmente "As Meninas do Parque Escolar de Nakamura" - Prefeitura de Fukuoka -, colégio chique e tido em alta referência numa diversidade de modalidades desportivas), estas apadrinhadas pelo meu querido Kaneko Nobuyoshi Sensei (Kyoshi, 8º Dan - 八段), defrontado as menos afamadas pequenas kenshi de Shimabara, Prefeitura de Nagasaki, que, ao que me pareceu, se apresentaram na final como uma espécie de outsiders-grande-revelação do ano, nesta edição do Gyokuryuki.

Como todos sabemos, nestas coisas, o favoritismo pode bem ter o sabor de um presente envenenado: no caso em apreço, as meninas do Nakamura Joshi (faixas brancas, no filme) - que arrecadaram o título do torneio em 2005 e 2007 - apresentaram-se com a fanfarra de quem já canta vitória antes do fim, cenário engalanado pela poderosa assistência de inflamados apoiantes e famílias e demais entusiastas da equipa, aplaudindo apaixonadamente cada esboço de investida e entoando slogans de apoio em uníssono, num estilo muito ensaiado, como só por cá se sabe fazer - não esqueçamos que se tratava de equipa da cidade anfitriã do evento...-, acabando por sofrer os revéses próprios de um certo excesso de confiança...

Já as catraias de Shimabara (faixas vermelhas), em geral com menor porte físico, menos exuberância na execução e, sobretudo!, com menos frissom em seu redor, apresentando-se com uma serenidade surpreendente, acabaram por levar a sua a melhor: houshin (放心 - estado ideal de tranquilidade interior) e zanshin ( 残心 - estado de alerta/prontidão) bem aguçados acabaram por ser os dois condimentos certos para a receita da vitória.

NOTA FINAL: em ambas as equipas masculinas a disputar a final, todos os Kenshi são/eram, à data, titulares do 2º Dan (二段); nas equipas femininas: das sete Kenshi de Shimabara (equipa vitoriosa), seis detêm/detinham à data o 2º Dan (二段) e uma o 3º Dan (三段); já a equipa do Nakamura Joshi apresentou-se com quatro Sandan (3º Dan - 三段) e três Nidan (2º Dan - 二段).

Apreciem que vale a pena!


5 comentários:

  1. muito fixe, mesmo. Dedicares-te ao Kendo é muito à frente...

    ResponderEliminar
  2. Obrigado Pulha. Dedicar-me, dedicar-me assim mesmo a sério é o que eu realmente gostava de fazer mesmo, mas não é isto que me dá de comer, infelizmente. Talvez quando fôr velhote e estiver de regresso à Pátria de vez, talvez então - e se tiver amealhado para isso - abra o meu próprio dôjo aí. Isso sim seria muito fixe...

    ResponderEliminar
  3. Acho fabulosa a tua paixão pelo Kendo,, o homem deve viver de paixão e vontade de conseguir fazer aquilo que mais gosta. È o que falta aos miúdos de hoje, objectivos e a capacidade de querer fazer o que mais gostam.

    Parabéns.
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. É admirável a tua paixão pelo Kendo. :)
    Também o admiro, bem como tudo o que esteja relacionado com os samurais.
    Já tive oportunidade de ler o Bushido, obra essa que faz parte da minha modesta biblioteca, e fiquei fascinado com os seus princípios filosóficos.
    Quando era mais novo (não sou assim tão velho) vi muitos filmes japoneses e adorava as personagens samurais.
    Se calhar noutra encarnação fui algum exímio espadachim samurai... :))))

    ResponderEliminar
  5. Videos muito interesantes carissimo Nanban.
    Pelo que se pode ver estás de volta à (tua) terrinha.
    Muito bom, obrigado pelo post.

    ResponderEliminar